Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


4º dia da Quaresma-Lembrar ao outro o quanto voce o ama

por VERINHA VAZ RIBEIRO, em 17.02.18

Chegamos ao quarto dia da quaresma e o Papa Francisca nos deu mais uma pista do caminho que nos leva a Deus-lembrar ao outro o quanto voce o ama a quanto tempo não dizemos a Deus que o amamos, mas não é só da boca para fora é lembrarmos também que Deus veio a nossa procura Jesus disse: "Eu não vim chamar os justos,vim chamar os pecadores para que se arrependam"(lucas 5,27-32), Ele veio a nossa procura porque nos ama, porque nos quer vivos e felizes. Vamos lembrar que Ele nos chama não porque merecemos, não porque nós tenhamos algo para Lhe oferecer,Ele chama por nós e nós sentimos que há ternura quando Elediz o nosso nome. E se Ele nos chama devemos obedecer pois a obediência a Deus é caminho de crescimento e, por isso mesmo, de liberdade da pessoa, uma vez que permite acolher um projeto ou uma vontade diferente da própria que não só não mortifica ou diminui, mas que funda os alicerces da dignidade humana.

Ao mesmo tempo, a liberdade é, em si, um caminho de obediência, pois é obedecendo como filho ao plano do Pai que a pessoa que crê realiza o seu ser livre. È claro que, tal obediência exige reconhecer-se como filho e de alegrar-se em ser filho, posto que somente um filho e uma filha se podem entregar livremente nas mãos do Pai, exatamente como o Filho Jesus, que se abandonou nas mãos do Pai. E se, durante a sua paixão se entregou também a Judas, aos sumos-sacerdotes, aos seus flageladores, à multidão hostil e aos que o crucificaram, Ele só o fez porque estava absolutamente certo de que tudo encontrava um significado na fidelidade total ao desígnio de salvação querido pelo Pai, a quem – como nos recorda são Bernardo – « não foi à morte que agradou, mas sim a vontade d’Aquele que, espontaneamente, morria ».

 Quando nos dizemos “não” a Deus a pessoa humana compromete o projeto divino e se diminui a si mesma, destinando-se ao fracasso. Digamos sim ao projeto de Deus na nossa vida e viveremos eternamente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:55

3º dia da Quaresma- cumprimentar aqueles que tu vês todos os dias

por VERINHA VAZ RIBEIRO, em 17.02.18

Neste terceiro dia da quaresma o Papa Francisco nos relembra uma coisa tão simples- cumprimentar quem vemos todos os dias , coisa simples ,mas quantas e quantas vezes nem um bom dia damos a quem esta mesmo ao nosso lado? quantas vezes não nos lembramos que o irmão ali tão próximo precisa da nossa ajuda  e nesta quaresma mais um alerta para uma coisa que parece tão simples ,quantos idosos precisam apenas de um sorriso e nos passamos por eles e nem o cumprimentamos, obrigamos os nossos idosos a estar num jejum de afetos. Esse é o jejum que Deus quer que não façamos o jejum de hoje em dia o jejum de afeto e humanidade. Mas Deus não é contra o jejum mais uma palavra do Evangelho que nos faz pensar e refletir "De que nos serve jejuar, se não Te importas com isso?(Isaias 58,1-9) Na quaresma lembramos de fazer jejum,de dar esmola de orar , mas e o restante ano lembramos de continuar a fazer o mesmo , ainda hoje o Papa referiu "mais vale ser um ateu do que um católico hipocrita" não seremos uns hipocritas por só na quaresma terrmos pensado no jejum,na oração na esmola? Mas mais uma vez Deus é misericordioso e claro na sua mensagem, é através do jejum que o homem mostra a Deus a sua dependência e imensa necessidade de ajuda. No livro de Esdras 8:21 está documentado que o escriba (copista da lei de Moisés) entendido na lei de Moisés, proclamou um jejum junto ao rio Ava, para se humilhar juntamente com todo o povo diante de Deus, com o objetivo de pedir um caminho seguro.
A Palavra de Deus orienta em Mateus 6:17-18 que quando o homem for fazer um jejum, deve ungir a cabeça, e lavar o rosto, para não parecer que está jejuando. Mas que o Pai, que vê em secreto, recompensará. Isso significa dizer que a pessoa que está jejuando deve ser discreta e de maneira alguma sair falando para os outros no intuito de aparentar ser alguém espiritual. Isso é vaidade.
O jejum pode funcionar como um simples regime alimentar. A Bíblia documenta em Daniel 10:2-3 “Naqueles dias eu, Daniel, estava pranteando por três semanas inteiras. Nenhuma coisa desejável comi, nem carne nem vinho entraram na minha boca, nem me ungi com ungüento, até que se cumpriram as três semanas completas.”
Quando alguém pensa em fazer um jejum, a primeira coisa a ser definida é o objetivo do jejum. Pode ser por uma renovação espiritual, por uma cura, pela solução de um problema, forças para enfrentar uma situação difícil. O jejum é uma arma valiosa na mão do cristão, pois é através dele que o servo fica mais sensível a escutar a voz de Deus.
Jesus não aboliu o jejum, ao contrário, no livro de Mateus 6.16-18; 9.14,15), o mestre alerta para a questão de quando os crentes iriam jejuar e não se eles jejuariam.
Algumas coisas importantes devem ser avaliadas antes de começar a jejuar. A duração do jejum deve ser avaliado com sabedoria, e a direção de Deus. Pessoas que não estão acostumadas a jejuar com freqüência, não devem fazer jejuns prolongados. A escolha do jejum pode ser feita a partir da abstinência de uma refeição, ou de um dia, ou uma semana, várias semanas, ou até mesmo quarenta dias.
A direção de Deus é imprescindível já que é Ele quem põe o desejo no coração do homem de que tipo de jejum deve ser adotado: de água, apenas, ou de água e sucos; de comida; de ambos, enfim.
Outro fator importante é de quais atividades a pessoa irá abdicar e quanto tempo dedicará à oração e à leitura da Bíblia.
A preparação espiritual também é muito importante; pecados não confessados certamente anulam as orações.
Se uma pessoa faz uso de alguma medicação ou tem alguma enfermidade, é importante consultar o médico antes de iniciar o jejum.
O corpo deve ser preparado com pequenas refeições antes de começar o jejum. Alimentos de alto teor de gordura e açúcar devem se evitados. Se o jejum for longo, é aconselhável a ingestão de frutas e verduras cruas por 2 dias antes de começá-lo e as atividades devem ser limitadas. A cefaléia é comum na retirada de café e açúcar. Depois destas dicas sobre jejum oremosa Deus para que nos ensine a jejuar, o nosso Deus da vida abundante, ensina-nos a deixar de lado a agressão em favor da justiça.Ajuda-nos a ser mais solidários e atentos.Ajuda-nos a renunciar ao que nos agrada para ver melhor o que agrada a Ti pois o que agrada a Ti é o melhor para nós.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:11

Agradecer - segundo dia da Quaresma

por VERINHA VAZ RIBEIRO, em 15.02.18

Neste segunda dia da Quaresma devemos AGRADECER mesmo sem ter necessidade ,como disse o Papa Francisco, mas temos necessidade sempre de agradecer a Deus por tudo que nos dá sem pedir nada em troca, temos que agradecer a Deus por estar sempre de braços abertos para nós, temos que agradecer a Deus este tempo de quaresma que temos para fazer contas,para distinguir o que traz qualidade á vida e o que a esvazia.

Deus dá-nos este tempo de quaresma para escolhermos caminhos melhores para nossa vida. A presença terna de Deus vai estar connosco.

Mais uma vez o Evangelho mostra-nos palavras importantes: Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «O Filho do homem tem de sofrer muito, ser rejeitado pelos anciãos, pelos príncipes dos sacerdotes e pelos escribas; tem de ser morto e ressuscitar ao terceiro dia».
Depois, dirigindo-Se a todos, disse: «Se alguém quiser vir comigo, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz todos os dias e siga-Me.
Pois quem quiser salvar a sua vida, há-de perdê-la; mas quem perder a sua vida por minha causa, salvá-la-á».
Na verdade, que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se vier a perder-se ou arruinar-se a si próprio?». (Lucas9,22-25)

A Quaresma é tempo para se escolher, de novo, o caminho que leva à comunhão com Deus em Cristo no Espírito Santo. Desde o princípio da Quaresma o Senhor convida-nos a caminhar diariamente para Jesus Cristo que deu a vida por nós, para nos salvar.
Este é também o tempo para cada um identificar as suas cruzes, tomá-las e entregá-las na oração.
Existe no evangelho um claro convite a viver segundo o modelo de Jesus, de viver para o Pai, de viver para o mundo como discípulo e testemunha. Jesus fala muito claro, temos um  convite claro à salvação, ao serviço e à entrega. Este é o modelo de Jesus e foi assim que Ele viveu. Um convite a estar no mundo não para buscar a satisfação dos nossos interesses e necessidades, mas para deixar de lado tudo o que nos impede de ir ao encontro do outro e que também nos impede de ir ao encontro de Deus.

Por isso meu Deus ajuda-nos a ficar contigo,abre mais uma vez os teus braços e acolhe-nos, como sempre fazes sem acusações , com toda a tua misericórdia , ajuda-nos a encontrar em Ti o melhor de nós. Hoje, Senhor, quero agradecer a clareza das tuas palavras. Peço que elas continuem a ressoar no meu coração: «Se alguém quiser seguir-Me, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz todos os dias e siga-Me. Pois quem quiser salvar a sua vida, tem de perdê-la; mas quem perder a vida por minha causa salvá-la-á. Na verdade, que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se vier a perder-se ou arruinar-se a si próprio?»

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:59

PRIMEIRO DIA DA QUARESMA 2018

por VERINHA VAZ RIBEIRO, em 14.02.18

Primeiro dia da quaresma. O Papa Francisco recomenda:converte-te para uma quaresma Santa.E  no Evangelho podemos ler:"nós  vós pedimos em nome de Cristo: reconciliai-vós com Deus."(Coríntios 5.20-6,2).Este é  o tempo das caminhadas decididas,destralha. É  tempo de escolhas fortes e coragem de mudar.É  tempo de endireitar a tua vida e acolher o abraço que nos cura.É  tempo de nascer de novo e de abrir os olhos para a luz.

O Deus da Paz continua a chamar-nos de tantas maneiras.Através  de amigos,pelas palavras da Escritura,pelos nossos desejos mais sinceros de paz interior . DEUS chama por nós, uma e outra vez sempre pronto a perdoar, a nos abanar uma vida nova com esperança .Basta confiar e fazer este caminho de conversão. ANDA segue comigo  o caminho da conversão  ao longo destes 40 dias.Um já  passou,faltam 39.Boa noite e que Deus nos acompanhe, seja Ele ,Pai,Filho ou Espirito Santo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:48

biciperegrinação do Santuario de Mogofores ao Santuário de Fatima parte III

por VERINHA VAZ RIBEIRO, em 29.06.17

...Depois da benção fomos iniciar nossa biciperegrinação, o meu querido Zé Manel ,assim que fui para cima da bicicleta,disse o pneu não tem ar suficiente, e é preciso subir mais um bocadinho o selim, imediatamente sai da bicicleta e dei a minha mini-bomba de ar.

- Com isso minha amiga, nem amanhã saimos daqui disse o Zé e foi ao carro buscar a bomba apropriada.Bem aqui começou logo a brincadeira. 

Então Vera , o Samuel fez um seguro de vida novo para ti? perguntou o Teles.

Não, acho que não porque João?

Bem, ele quer te matar, mandar-te para Fátima com o pneu sem ar, é mesmo para matar.diz o Teles

Ui, a minha sorte e ter um amigo como o Zé põe a bike operacional rapidamente.Se o Samuel queria me matar tinha que ter combinado com o Zé , porque ele mal olha para a bike e descobre logo o que esta mal.

Pneus em ordem, luzes acessas e lá iamos nós, quando vimos que o Teles não tinha luz na traseira(ou no traseiro eheheh), então Teles não tens luz , que pirilampo és tu que não brilha o rabinho.digo eu já na brincadeira.

No Brasil não é pirilampo pois não? perguntou o Teles.

-Não amigo, é um vagalume. Ok, então Teles vais ao meio para iluminarmos-te, asim fomos o chefe do caminho Zé Manel a frente,João, Mário e eu por ultimo porque estava tentando ligar a aplicação do telemóvel, assim que consegui alcancei os meus 3 companheiros de peregrinação e lá fomos nós,o Mário passou para trás do pelotão por cavalheirismo e gentileza,bem foi ai que reparamos que o Mário trazia um foco "mineiro" com 3 lampadas leds, que mais parecia a luz de um comboio, bem foi um gozo, além de que muitas vezes achavamos que era um carro que vinha atras de nós com os fárois no máximo, mãs não era o foco do Mário.Era um foco importado de  grande categoria, nunca tinhamos visto tal  coisa, o meu foco "mineiro" era uma menina ao pé do foco do Mário.

Seguimos nosso caminho tranquilamente sem movimento nenhum na estrada com um ar fresquinho, de casaco vestido mas agradável. 

Fomos Santuário Mogofores- rua principal Mogofores , Nacional 334 Outeiro de Cima,Sao Lourenço do Bairro,rua Vila,Bolho-rua Central,depois estrada M531 ate a rua António Lima Fragoso na Pocariça e depois N234 ,passamos em frente ao freixial shopping e viramos na N335 EM Cantanhede,rua Dr António José de Almeida,Rua Dr Sá Carneiro,sempre em frente até a rotunda, estrada nova na mesma N335 sempre em plano  ate Arazede onde esperamos 5 minutos pela abertura da Padaria Arca Doce para retemperar forças depois de 28 km a pedalar, comemos umas natas quentinhas, cafezinho normal para alguns, duplos para outros e com óleo de coco  para mim e depois um compal goibada que me soube muito bem, casinha de banho e continuamos, passamos por Casal do Gaio,rua o sobreiro  e depois apanhamos  a M578-2 e fomos pela eua principal dos linhaceiro e viramos na rua Nossa Senhora do Pranto mais seguindo pela mesma M578-2 até ao largo da boleta e apanhando a N335  perfazendo ate aqui 37 km  dois km a frente chegamos a Lavariz e passamos para M578 fomos ate Montemor-o-velho,alfarelos e mais a frente tinhas completado 50km sem nenhum problema 

bici 2017 aos 50 km.jpg

e clato 50 km merecia uma foto, o Teles não gostou muito porque  obrigueio a voltar para tras para tirar foto exatamente no Km 50  com os arrozais atras de nós. 

estão a gostar então até o próximo capitulo .

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:02

biciperegrinação do Santuario de Mogofores ao Santuário de Fatima parte II

por VERINHA VAZ RIBEIRO, em 28.06.17

...o Senhor Padre vai para dentro do Santuário e eu continuo ali a acabar de ler as leituras do dia e então vejo um rapaz chegar de bicicleta só poderia ser o "Mário", pai de um evangelizando do Teles que iria pela primeira vez connosco.A primeira impressão que tive é que ele estava pouco a vontade pois não nos conheciamos, mas com educação e gentileza apresentamo-nos e cumprimentamos-nos, e eu no meu modo descontraido, disse~lhe  que ia"matar" o Teles que tinha me enganado no horario da saida e o Senhor Mário como o chamei riu-se descontraindo , pedi-lhe licença e entrei no Santuario fui ter com a Nossa mãe Auxiliadora em saida que é acessivel ao  "toque" da mão e ao beijo dos peregrinos. 

 

nossa-senhora-auxiliadora-em-saída-mogofores.jpg

 

 

Porque estás de saída, és evangelizadora,peregrina  e mediadora e pedimos de coração para que tu,virgem mãe, se juntasse  a nós nesta aventura espiritual para que cada um de nós pudesse vestir o coração de peregrino e dizer :sou peregrino.

Não sei quantos peregrinos já terei visto,calados ou em prece. Ou dos dois modos. Sempre os senti como companheiros de aventura espiritual de deixar a nossa casa, no norte, no sul, nas ilhas, em qualquer recanto do mundo, e ir a Fátima. Por isso mais uma vez o meu coração preparou-se para esta peregrinação com peregrinos meus amigos há anos e agora um novo peregrino que se  junta a nós.

Então o Zé Manel chegou e o Teles também e é claro as nossas companheiras de peregrinção que nos apoiam seguindo connosco no seu carro a nossa querida "Bel" , minha gemea e mana(de coração) , mulher de muita paciencia pois atura seu marido Teles e a mim,uma dupla dificil.e não podemos esquecer a Maria João que com seus 16 anos nunca se recusa a nos acompanhar nestas peregrinações,sempre pronta a ajudar.

Entramos portanto todos no Santuario para receber a benção feita pelo Padre Gabriel que preparou nossos corações para uma boa peregrinação e não um passeio de bicicleta.

O padre Gabriel lembrou-nos na sua benção que ao iniciarmos esta santa peregrinação, devemos recordar a intenção que nos levou a participar nela. O local que desejamos visitar(Santuário de Fátima) dá testemunho da devoção do povo de Deus, que aí acorre em grande número, para de lá voltar fortalecido na profissão da sua fé e que  nós, peregrinos, devemos levar o exemplo da nossa fé, esperança e caridade. Depois disso o Padre Gabriel disse:Invoquemos a Deus, que é o princípio e o fim da nossa peregrinaçao humana, dizendo com confiança:Acompanhai-nos, Senhor, nos nossos caminhos.

Depois cada um de nós leu no livro das bençãos o seguinte:

- Pai santo, que outrora fostes guia e caminho para o vosso povo peregrino no deserto, ___ concedei-nos a vossa protecção ao começarmos esta viagem, para que, superando todos os perigos, regressemos felizmente aos nossos lares.Acompanhai-nos, Senhor, nos nossos caminhos.

- Pai santo, que nos enviastes o vosso Filho Unigénito como o caminho para chegarmos até Vós, ___ fazei que O sigamos com fidelidade e perseverança.Acompanhai-nos, Senhor, nos nossos caminhos.

- Pai santo, que nos destes a Virgem Santa Maria como imagem e exemplo do seguimento de Cristo, ___ fazei que, fi xando sempre nela o nosso olhar, vivamos fielmente a vida nova da santidade.Acompanhai-nos, Senhor, nos nossos caminhos.

- Pai santo, que, pelo Espírito Santo, conduzis para Vós a Igreja, peregrina sobre a terra, ___ fazei que, buscando-Vos acima de todas as coisas, corramos alegremente pelo caminho dos vossos mandamentos. Acompanhai-nos, Senhor, nos nossos caminhos.

- Pai santo, que nos chamais para Vós pelos caminhos da justiça e da paz, ___ concedei que um dia Vos contemplemos na pátria eterna. Acompanhai-nos, Senhor, nos nossos caminhos.

bici padre gabriel.jpg

Então com o espirito peregrino lá fomos nós caminho a Fátima... (continua no  próximo post)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:53

Biciperegrinação Santuário de Mogofores ao Santuário de Fátima... parte I

por VERINHA VAZ RIBEIRO, em 28.06.17

Recordo a viagem que fizemos  do Santuário de Mogofores ao Santuário de Fátima no passado dia 24 de Junho(2017), dia de São João , caminho longo que não sabiamos exatamente quantos quilometros seriam , imaginamos aproximadamente 120 a 124 km, com imensas subidas, estradas perigosas e cheias de transito. Mas graças ao amigo Zé Manel, seguimos um caminho prazeroso com imensas paisagens deslumbrantes e com vários mistérios por desvendar.

Como sou  uma "Maria atrasada" e nunca chego a horas para nada, estou sempre a correr e chegar muito além do horario marcado o João Teles,com o seu humor característico, marcou a saida para as 3h15 da manhã, para que não apanhassemos muito calor e para almoçarmos apenas quando chegassemos a Fátima, e sempre relembrando , não te atrases Vera.

Prometi a mim mesmo desta vez cumprir o horário,na sexta-feira tinha me  comprometido a servir os jantares na tasquinha do coral da bairrada na feira da vinha e do vinho, assim o fiz e por isso mesmo cheguei a casa já era quase meia-noite, ainda fui fazer uma torta de laranja para a sobremesa do dia seguinte e arranjar tudo o necessario para a biciperegrinação, indo deitar-me por volta da meia noite e meia e para cumprir horario levantei-me as 2h30 ,tomei um café turbinado(cafe expresso com óleo de coco) mochilinha as costas com agua fresquinha, telemovel na bicicleta, terço na mão ,  oração a Nossa Senhora Auxiliadora que trago sempre comigo(oferta do meu querido Padre Zé Fernandes) onde São João Bosco,ensina-nos a amar Nossa Senhora Auxiliadora e faço a primeira oração do dia " Ó Maria virgem mãe: vós sois a grande defensora da Igreja,a Auxiliadora admirável dos Cristãos, a nossa Protetora e a nossa Guia. Nas dificuldades,nas dores e na angústia,assisti-nos com o vosso auxílio e,na hora da nossa morte,acolhei-nos no Paraiso.Amén,depois um Pai Nosso, uma Ave-Maria e o Glória(deveriam ser 3 mas para não me atrasar só fiz uma oração, de seguida fiz a invocação das famílias de Canã “Nossa Senhora Auxiliadora, Mãe de Caná,ensina-nos a fazer tudo o que Jesus nos disser!”e de seguida a consagração das famílias de Canã : “Nossa Senhora Auxiliadora, Mãe de Caná,Consagramos-te hoje e sempre a nossa família.Confiamos na tua intercessão de mãe,Para que o vinho da fé, da esperança e do amor Nunca acabe em nossa casa.Faz de nós servos do Senhor, como tu,E ensina-nos a fazer tudo o que Jesus nos disser.Ámen!”   e lá fui eu as 3h05 da manhã, ainda escuro com o meu foco mineiro, luz de presença a frente e luz intermitente vermelha na parte de tras da bicicleta rumo a Mogofores( de minha casa ao Santuario são seis km) um bocadinho assustada porque não gosto de andar a noite sozinha, mas lá fui, quando chego ao Vale de Esteves, constato que a minha preocupação era real, estava completamente fora de forma, não tinha forças para subir a primeira subida mais ingreme e longa, quase a sufocar e a tremer lá consegui muito lentamente subir essa subida que não é nada comparada a algumas que iriamos encontrar no longo caminho até Fátima.Mas assim que acabei a subida , toca a descer até ao Santuario de Mogofores , quase a chegar deparo com a luz de um dos quartos dos Senhores padres que estão viradas para a rua com a janela aberta e luz acessa.Olho para o relógio 3h20 da manhã, bem só 5 minutinhos de atraso não é nada . Chego a entrada principal do Santuário e não estava lá ninguém, o portão estava aberto mas  evidentemente o Santuário fechado.Desço da Bicicleta e sento-me no degrau do Santuario e começo a ler as leituras do dia quando chego aos Salmos a porta principal do Santuário abre-se e surge o nosso Padre Gabriel com o seu belo sorriso a dizer "Bom dia" podem entrar, bem só estava eu, pedi desculpas ao Padre Gabriel porque estavam todos atrasados, e qual meu espanto quando o senhor padre olha para o relógio e diz, não estão atrasados Vera , a Vera é que veio muito cedo, o Teles disse-me que estariam cá por volta das 3h45, bem a minha vontade era apertar o pescoço ao Teles, mas nada a fazer senão esperar....(continua no próximo post)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:51

A FAMILIA CRISTA AS DIFICULDADES DA ATUALIDADE

por VERINHA VAZ RIBEIRO, em 03.06.17

 

JOSUE . 24:15c: “Eu é a minha casa serviremos ao SENHOR.” 

Apesar de sermos uma familia de 5 elementos cada um tem a sua maneira e a sua religião ou ateismo,eu como mãe tento encaminhar todos para uma santidade e cada dia esta mais dificil, mas vou seguindo e pedindo a Mãe de Canã que me ajuda nessa missão.

Podemos dizer que o modelo  familiar composto pela união de um homem com uma mulher, através do casamento, tem sido ameaçado pelas profundas mudanças que estão ocorrendo na atualidade. Mas que mudanças seriam estas:  um Relativismo nos valores morais. 

· Uma crise de autoridade. Vivemos numa época onde a autoridade de pais sobre filhos e questionada.  

· Uvazio de Deus. Quando falo de um vazio de Deus, não me refiro a falta de crescimento numérico das igrejas. Ao contrário estamos em uma época em que o evangelho popularizou-se mais. No entanto, muitas pessoas ficam vazias de Deus, porque procuram a Deus em busca de bênçãos materiais, quando deveriam procura-lo por aquilo que Ele é. Estes querem as bênçãos, mas não querem relacionamento íntimo com o Senhor.

"Assistimos hoje a um acontecimento que talvez não tenha precedente na história, que é a dissolução do grupo familiar. Pela primeira vez a instituição familiar está desaparecendo, e as consequências são imprevisíveis.” não são palavras minhas mas de Charles Melmana  psicanalista francês . 

Mas assim  como hoje nós familias cristãs vivenciamos conflitos  ao lermos a Bíblia, observamos que as famílias Bíblicas tambem vivenciaram conflitos. Veremos como algumas delas venceram crises e desafios de seu tempo:

  Na família de José haviam grandes conflitos

Seus irmãos alimentavam um destrutivo sentimento de inveja, pois sentiam-se incomodados com seus sonhos. A inveja e ciúme, fazem com que os irmãos de José tramem contra sua vida, e eles o vendem como escravo. Mas, Deus em sua misericórdia o abençoa, e durante os anos seguintes José começa a superar todos os obstáculos que existiam contra sua vida, e torna-se um homem de grande influência e poder. Mais tarde, numa época de muita fome, José encontra-se com seus irmãos e resolve perdoá-los.

Analisando a família de José aprendemos que tudo aquilo que a inveja e o ciúme haviam destruído foram restaurados pelo poder do perdão. Aprendemos aqui, que o perdão reconstroi e restituí, mas o ciúme e a inveja acabam com famílias.

 Na família de Ana haviam grandes dificuldades

Penina sua rival a humilhava, pois Ana era estéril não podendo ter filhos. Sua impossibilidade numa cultura como aquela, a colocava numa condição difícil. Naqueles dias, era importante que uma mulher pudesse ter filhos, para que a descendência de Elcana estivesse garantida.

Mas o que faz Ana? Ela se quebranta diante de Deus, clamando por intervenção. Ana orou ao Senhor, e Deus a ouviu. Ana teve filhos, e o seu conflito cessou. A oração é uma das ferramentas que podemos utilizar nos conflitos humanos. Elias recorreu a oração quando estava em luta contra os 400 profetas de Baal. Jesus recorreu a oração quando estava em conflito no Getsemâni. E ainda nos recomenda o apostolo Paulo em tessalonicenses 5:17: “orai sem cessar”.

Uma família vence as dificuldades por meio da oração. "Sempre que Deus deseja realizar algo, Ele convoca seu povo para orar". "Quando agimos, colhemos os frutos do nosso trabalho, mas quando oramos, colhemos os frutos do trabalho de Deus".

  Na casa do rei David tão houve grandes crises

Amnon, meio-irmão de Absalão, nutriu uma paixão doentia por Tamar, irmã de Absalão. Orientado pelo perverso amigo Jonadabe, Amnon armou uma cilada para sua irmã, força-a a ter relações sexuais, e sentindo repulsa por ela, escurraçou-a de sua casa.

O rei Davi não ensinou Amnon, não aconselhou Absalão e nem consolou Tamar. Esta, agredida no corpo e na alma, correu para seu irmão Absalão, que tomou sobre si sua causa, com o propósito de vingar tamanha maldade.

Em vez de confrontar seu irmão, corrigi-lo e perdoá-lo, Absalão encheu-se de mágoa e dominado pelo ódio mandou matar a seu irmão. O pai da paz transformou-se no progenitor do ódio, da guerra, da morte. Em vez de resolver este problema familiar, ele criou outros ainda mais graves. Ainda hoje, em muitas famílias, há feridas não curadas; há mágoas não perdoadas; há irmãos lutando contra irmãos.

A ausência de ensinamento, de consolo e de aconselhamento foram as falhas cometidas por um pai, que como rei governava uma nação, mas não soube governar uma crise em sua família, e assim testemunhou uma grande tragédia.

Acredito que uma bom ensinamento afasta os maus comportamentos, um bom conselho os maus pensamentos, e um bom consolo os maus sentimentos. Davi, não soube aconselhar, consolar e ensinar seus filhos. Caso tivesse feito isso, aquela crise poderia ter sido superada.

  Na família de Marta e Maria haviam crises.

Lazaro, irmão de Marta, já havia morrido há quatro dias. A morte de Lázaro trouxe tristeza e angustia a todos da sua família.

Quando Jesus vem ao encontro de Marta, Ele já sabia que tudo estava sob seu controle. Mas Marta, que vinha ao encontro de Cristo, estava ao contrário, sem o controle de seus sentimentos, e sob o domínio da angústia. Jesus ao deparar-se com aquela mulher aflita quer lhe ensinar uma profunda lição. Ele lhe diz: “Marta, se creres verás a gloria de Deus”.

Jesus estava ensinando a Marta que as situações impossíveis humanamente de serem resolvidas , encontram solução através da fé no filho de Deus.

A fé em Cristo é uma grande ferramenta para que uma família vença as suas adversidades.

Não podemos negar que há grandes desafios para a família cristã. Mas aprendemos que nossas famílias podem vencer pelo perdão como José, ou através da oração como Ana, ou ainda através da fé como Marta, que acreditou.

E relembrando a história de Davi, não devemos esquecer, que devemos usar três coisas importantes na família: o ensinamento atraves do modelo, o consolo e o conselho.

Levando para a realidade de nossas famílias os exemplos das famílias Bíblicas, podemos ter vitória sobre todas as adversidades que surgem em nossas próprias vidas.

Que Deus abençoen-nos a todos e que Maria Santíssima , Mãe de Canã nos sirva de exemplo!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:12

Nossa Senhora Achiropita

por VERINHA VAZ RIBEIRO, em 23.05.17

O título de Nossa Senhora Achiropita é tão diferente dos nomes conhecidos atribuídos à Mãe de Jesus Cristo, o seu significadoé contado através de  uma bonita história, que pertence à tradição do povo italiano da Calábria.

Eis a história:

No ano de 580 um certo capitão Maurício enfrentou uma grande tempestade em alto mar. Gritava por socorro a Nossa Senhora e prometeu que, se fosse salvo com sua tripulação, construiria um santuário em sua homenagem. Desviado pelos ventos, por milagre, conseguiu salvar-se e, na aldeia em que atracou, encontrou um monge que lhe disse: “Não foram os ventos que o trouxeram para este lugar. Foi Maria, para que lhe construa um santuário, quando o senhor for eleito imperador”. A profecia cumpriu-se e o santuário foi construído em Rossano - Calabro. Um artista da região iniciou uma pintura da imagem de Maria. Ocorria, no entanto, que tudo o que pintava durante o dia, desaparecia durante a noite. Assim, colocaram um vigilante para impedir a entrada de possíveis intrusos, que estivessem danificando a pintura.

Numa certa noite, uma formosa mulher, com uma criança no colo, pediu para entrar e rezar. Após insistir, obteve a permissão. Que mal poderia fazer aquela gentil senhora? 

Passaram longos minutos e a mulher não saía da igreja. Quando o vigilante entrou, viu a imagem da mulher e do menino estampada no lugar da pintura. Por esta razão o vigilante saiu gritando pelas ruas: Nossa Senhora Achiropita! Nossa Senhora Achiropita! (A-kirós-pita - não pintada por mãos humanas). 

Sua festa é celebrada no dia 15 de agosto, dia da Assunção de Nossa Senhora.

No Brasil, só existe uma igreja dedicada a Nossa Senhora Achiropita que se encontra em São Paulo no bairro da Bela Vista - Bixiga.

Italia.png

Igreja Achiropita na Italia 3.jpg

NOSSA_SENHORA_ACHIROPITA_2__94022_zoom.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:53

Titulos da Virgem Maria Nossa Senhora da Abadia

por VERINHA VAZ RIBEIRO, em 21.05.17

Nossa Senhora da Abadia é um título dado a Virgem Maria.

A devoção a Nossa Senhora da Abadia é originária de Portugal.

 

Nossa Senhora da Abadia é também conhecida como Santa Maria do Bouro e venera-se próximo à cidade de Braga, em Portugal. A imagem, muito antiga, pertencia a um recolhimento religioso chamado Mosteiro das Montanhas, que existia naqueles arredores por volta do ano 883. Com a invasão dos sarracenos, os religiosos escaparam levando consigo a imagem da Virgem.

No tempo do Conde Dom Henrique, um fidalgo chamado Pelágio Amado, tendo enviuvado, decidiu consagrar sua vida à oração e à penitência, abandonando a corte. Dirigindo-se a Braga, ali encontra, mais precisamente na ermida de São Miguel, um santo ermitão chamado Frei Lourenço.

Pelágio suplica-lhe que o aceite como discípulo. O velho eremita, a princípio, duvidou que um homem tão débil fosse capaz de segui-lo em sua vida austeríssima. Frei Lourenço tirou-lhe os nobres trajes e ofereceu-lhe o hábito de eremita. Pelágio cresceu de tal forma na vida de santidade que causou admiração ao próprio mestre.

Cada um vivia em sua cela. Certa noite, o novo eremita Pelágio observou no meio do vale uma grande claridade. Na noite seguinte, ficaram os dois vigiando e viram o resplendor que saía de uma das pedras iluminando grande parte daqueles vales. Ao amanhecer, trataram de constatar a razão do fenómeno.

Para surpresa de ambos, encontraram entre as pedras uma imagem muito antiga da Virgem Maria. Felizes por tal descoberta, ajoelharam-se agradecendo a Deus por aquele favor. Mudaram as celas do alto do monte para aquele local. Fizeram uma ermida e ali depositaram, reverentemente, a santa imagem.

O arcebispo de Braga teve notícia do prodígio e foi pessoalmente visitar o eremitério. Vendo a pobreza com que aqueles homens viviam, ordenou o prelado a construção de uma igreja de pedra lavrada digna de abrigar a Mãe de Deus. Aos poucos foram aparecendo homens dispostos a se consagrarem a Deus e, unidos aos primeiros eremitas, formaram uma comunidade religiosa. Espalhou-se a fama de Nossa Senhora da Abadia. Os seus milagres foram-se difundindo pela terra portuguesa. O próprio rei Dom Afonso Henriques foi pessoalmente visitar o santuário, onde deixou uma boa esmola para o culto divino e as necessidades daqueles servos de Deus.

A imagem de Nossa Senhora d'Abadia foi levada para o Brasil, certamente, por algum devoto bracarense, que a entronizou nos chapadões do próspero «Triangulo Mineiro», onde encontramos várias cidades que têm Nossa Senhora da Abadia como padroeira.in http://evangelhoquotidiano.org Pe. Marino de Souza Santos

A imagem de Nossa Senhora da Abadia é muito bonita. Representa Maria de pé, segurando com a mão o menino Jesus com uma coroa. E com uma belíssima roupa das cores verde com flores, rosa, azul e na mão direita um cetro para guiar os seus filhos e filhas e na cabeça uma linda coroa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:09


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D